Lisboa | Cerimónia dos 100 anos do Armistício da Primeira Guerra Mundial

A capital portuguesa assinalou hoje os 100 anos do Armistício da Primeira Guerra Mundial. A cerimónia teve início às 11h00, a hora em que a 11 de novembro de 1918 foi oficialmente declarado o fim da I Guerra Mundial.

A cerimónia desta manhã foi presidida pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues e do ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho. Presentes estiveram também os ex-presidentes da República António Ramalho Eanes e Jorge Sampaio para além de vários chefes militares.

 

No desfile militar, que desceu a Avenida da Liberdade, participaram
– 3 437 militares das Forças Armadas,
– 390 militares da GNR,
– 390 polícias da PSP,
– 160 antigos combatentes,
– 180 alunos do Colégio Militar e dos Pupilos do Exército e
– 80 militares de forças estrangeiras (Alemanha, EUA, França e Reino Unido).

 

 

Em termos de meios, a maior concentração militar de sempre reuniu em Lisboa 111 viaturas e motos das forças de segurança, 86 cavalos, 78 viaturas das Forças Armadas, 11 aeronaves e 2 navios fundeados no Tejo.

Esteve também presente a Reprise da Escola das Armas de Mafra.

Lisboa assinalou a data uma semana antes do centenário do armistício, porque as cerimónias oficiais decorrerão em França no próximo dia 11, e Marcelo Rebelo de Sousa estará presente em representação de Portugal.

Entre 1914 e 1918 foram cerca de cem mil os soldados portugueses que lutaram na Grande Guerra, ao lado dos aliados.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment