11 vítimas mortais no Balanço da Época Balnear de 2018 (nacional)

A Época Balnear 2018 decorreu entre 01 de maio a 15 de outubro, período durante o qual se registaram 11 acidentes mortais nas praias portuguesas.

Foram registadas pela Autoridade Marítima Nacional nesta Época Balnear de 2018 as seguintes ocorrências:

Acidentes mortais: 11
Salvamentos realizados – 322
Ações de primeiros socorros – 969
Buscas a crianças desaparecidas – 37

As vitimas mortais são todas do sexo masculino e com idades entre os 16 e os 56 anos, tendo as seguintes nacionalidade: Portuguesa (6), Alemã (2), Ucraniana (1), Sul-africana (1) e Polaca (1).

As causas destas mortes foram:

  • Doença súbita: 5
  • Afogamento: 4
  • Desconhecida : 3 (uma delas encontra-se em investigação pela Polícia Judiciária).

Os acidentes mortais ocorreram em praias vigiadas. praias não vigiadas, praias marítimas e um dos casos ocorreu numa zona marítima não vigiada.

  • Praias vigiadas: 4 acidentes mortais
    (Cascais – Praia de Carcavelos (2 casos), Costa da Caparica -Praia de Sto. António e Olhão – Praia da Fuseta-mar)
  • Praias não vigiadas: 5 acidentes mortais
    (S. Pedro de Moel – Praia das Valeiras, Espinho – Praia dos Pescadores, Funchal – Baía do Funchal, Nazaré – Praia do Norte, Matosinhos – Praia de Angeiras)
  • Praias marítimas após a época balnear (não vigiada): 1 acidente mortal
    (Ílhavo – Praia da Costa Nova)
  • Acidentes mortais em outras zonas marítimas não vigiadas: 1 acidente mortal
    (Rio Tejo  – Cova do Vapor)

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados