Wi-Fi no centro das vilas de Mafra e Ericeira

Desde Setembro de 2016 que se fala na instalação de uma rede pública de Wi-Fi no centro das vilas de Mafra e Ericeira, no entanto, até ao inicio deste ano o tema ficou “adormecido”.

Em Fevereiro de 2018, foi divulgado o contrato, por ajuste directo, que a Câmara Municipal de Mafra assinou com a NOS para a implementação de redes wi-fi nos centros históricos de Mafra e Ericeira. Na altura o JM noticiava assim o ajuste directo então firmado: “A partir de um ajuste directo em que, por razões que se desconhecem, só foram consultadas duas entidades, a PT Empresas,SA e a NOS Comunicações, SA, a CMM firmou um contrato com a NOS, destinado a executar um “Projeto de implementação de redes wi-fi nos centros históricos de Mafra e Ericeira, e serviços de monitorização de fluxos turísticos“.

Hoje na sua página do Facebook – verdadeira central de informação da Câmara Municipal de Mafra, quando não recorre a bem pagas agências de comunicação – a CMM informa que:

“A partir do seu smartphone, tablet ou computador portátil, pode aceder, gratuitamente, à Internet nas zonas de maior afluência turística do Concelho de Mafra. Esta rede sem fios, vulgarmente conhecida como wi-fi ou wireless, atualmente em fase de testes, foi instalada na zona envolvente do Palácio Nacional de Mafra (nomeadamente, no Terreiro D. João V e na Praça da República), assim como na Praça da República (vulgo “Jogo da Bola”), na Ericeira.”

Embora se trate de uma forma de comunicar com os munícipes, muito ao estilo Trump, daremos como boas as informações que esta entidade do estado publica no facebook e, por vezes, de uma forma dispersa na sua página oficial.

Com este investimento municipal, co-financiado pelo Instituto de Turismo de Portugal, I.P., pretende-se assegurar condições de acesso dos munícipes e dos turistas a conteúdos informativos, de forma gratuita, simples e rápida“, ainda segundo a informação facebooquiana da Câmara de Mafra.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados