Mafra e Sintra | Videovigilância florestal em fase pré-contratual

O governo anunciou ontem que cerca de 74% da floresta está coberta por câmaras de videovigilância e que “vão entrar em funcionamento 32 câmaras de videovigilância para prevenir e detetar incêndios nas regiões do Médio Tejo, Beira Baixa, Lezíria do Tejo e Região de Leiria.”

Na Área Metropolitana de Lisboa onde se inserem os parques naturais da Arrábida e de Sintra-Cascais e Mafra os sistemas de videovigilância florestal encontram-se “numa fase pré-contratual”.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados