Mafra || Festival de Música de Mafra “Filipe de Sousa” – Nem com uma deputada ao piano, a comunicação social conseguiu trabalhar com equidade

A Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra foi ontem palco do concerto de encerramento da edição deste ano do Festival de Música de Mafra “Filipe de Sousa”, uma organização da Câmara Municipal de Mafra.

O violoncelo de Pavel Gomziakov e os pianos de Adriano Jordão e de Gabriela Canavilhas tocaram, pelas suas talentosas mãos, peças de Chopin, Glazounov, Schubert, Liszt e Beethoven.

O cenário da Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra emprestou a este evento, o brilho especial que sempre torna mais elegantes todos os acontecimentos de que é palco.

Resta dar conta dos custos. O Festival de Música de Mafra “Filipe de Sousa” na sua edição de 2018 custou 20 000 € + IVA, aos cofres da Câmara Municipal de Mafra.

Pelas razões expostas na Nota da Redacção anexa a este artigo, não nos foi possível identificar cabalmente as entidades presentes na primeira fila da assistência. Nestas circunstâncias, apenas podemos referir a presença inequívoca do Presidente da Câmara de Mafra, Hélder Silva e da sua esposa, bem como do Director do Palácio Nacional de Mafra, Mário Pereira.


Nota da redacção

Restrições impostas à fotógrafa do Jornal de Mafra influenciaram negativamente o trabalho que apresentamos aos nossos leitores. Embora alheios às razões que nos obrigaram a realizar assim esta reportagem – um trabalho menos conseguido – apresentamos desculpas a todos os nossos leitores.

Não foi possível obter imagens com boas condições de luz, pois tivemos sempre de fotografar de frente, tendo um foco a incidir sobre a objectiva da máquina fotográfica, não fomos autorizados a obter imagens laterais aos músicos, não foi possível fotografar (ou filmar) a primeira fila da assistência ou fotografar (ou filmar) de frente o conjunto da audiência que assistiu a este espectáculo organizado num espaço público, organizado por uma entidade pública, num espaço tutelado também (queremos crer) por uma outra entidade pública.

Estes acontecimentos serão tema para uma Nota do Director do Jornal de Mafra, que divulgaremos amanhã.


Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment