Greve no sector ferroviário agendada para amanhã

A greve de 24 horas arranca à meia noite de amanhã, dia 4 de Junho, mas hoje já está a causar perturbações.

A CP emitiu o seguinte comunicado:

Por motivo de greve convocada por diversas organizações sindicais, a CP informa que se preveem supressões e atrasos nos serviços, no dia 4 de junho.

Informa-se ainda que também nos dias 3 e 5 de junho se preveem algumas supressões e perturbações na circulação dos comboios.

Não foram definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral nomeado pelo Conselho Económico e Social.

Não serão disponibilizados transportes alternativos.

Aos Clientes que já tenham bilhetes adquiridos para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades e Regional que não se realizem, a CP permitirá o reembolso no valor total do bilhete adquirido, ou a sua revalidação, sem custos, para outro dia/comboio.

 

 

Esta greve dos trabalhadores ferroviários da CP, Medway e Takargo é “contra a possibilidade de circulação de comboios com um único agente”.

O Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d’Oliveira Martins, irá fazer, hoje às 18h00, uma declaração sobre a esta greve no setor ferroviário prevista para amanhã.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados