PS Mafra || Questiona entrega de serviços de urgência de Mafra à Misericórdia da Venda do Pinheiro

O PS Mafra distribuiu hoje uma nota de imprensa em que toma posição relativamente às notícias que dão conta de graves falhas de diagnóstico nos serviços de urgência da Unidade de saúde de Mafra.

Depois de referir que a empresa agora substituída pela Misericórdia de Venda do Pinheiro, já terá 27 acções em tribunal, esta nota do PS Mafra questiona a opção da ARSLVT (Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo) pela entrega do contrato à Misericórdia de Venda do Pinheiro, assim:

Que tipo de concurso foi feito para que a Santa Casa da Venda do Pinheiro tenha sido escolhida?

Que ações concretas vai a ARSLVT tomar para que o serviço de atendimento aos utentes do Centro de Saúde de Mafra seja feito com a qualidade que se exige?

De quem é a responsabilidade de retirar médicos de carreira com dezenas de anos de experiência, e substitui-los por contratados?

Concluindo esta nota de imprensa, afirmando que “O Partido Socialista de Mafra defende um serviço de saúde inclusivo e de qualidade, a prestação de cuidados de saúde, bem como a assistência médica que são a base do nosso Serviço Nacional de Saúde. O Concelho de Mafra e os seus munícipes não podem ficar sem serviços de saúde de qualidade e em quem confiem.  Estamos na primeira linha da defesa intransigente dos interesses do município e dos seus munícipes e tudo faremos para que esse fim seja alcançado.”

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

One Thought to “PS Mafra || Questiona entrega de serviços de urgência de Mafra à Misericórdia da Venda do Pinheiro”

  1. Ereaman

    como ensinara a avó: com papas e bolos se enganam os tolos. Não percam o próximo episódio desta saga malvada a sair; esperemos que seja a sair e rapidamente! Sem força de preferência pela porta dos fundos….
    E para não dizerem que não falei de flores deixo-vos uma mão cheia de campainhas que romperam, espontâneas. Como são ricas em digitalina (bom para o coração cansado) talvez ajudem alguns a suportar a espera, que se estende….

Leave a Comment