30 MAI 2017 | Vamos à Farmácia | Ana Quintela

Sarna / Escabiose – Sintomas e Tratamento

 

Na farmácia continuam a aparecer casos de sarna, normalmente associados a surtos em infantários. E como esta doença é muito contagiosa, basta uma criança com sarna para infectar os restantes familiares em casa.

A sarna humana é causada por um ácaro denominado por Sarcoptes scabiei. Este parasita para se alimentar da queratina na nossa pele produz enzimas para a degradar, deixando fezes para trás. As fêmeas escavam túneis na pele, onde colocam ovos. Todos estes factores promovem o desenvolvimento de reacções alérgicas e contribuem para o aparecimento de lesões lineares na pele.

Embora estes ácaros não morram com um banho ou uma habitual lavagem de roupa, a sarna continua a ser incorrectamente associada a más condições de higiene, quando na verdade devido ao seu fácil e rápido contágio, é uma doença que se verifica em todos os meios sociais.

 

Como de diagnostica a sarna?

Normalmente é uma doença que se diagnostica apenas através da observação cutânea. No entanto, pode ser confundida com outras doenças de pele pelo que em caso de dúvida pode ser necessário recolher uma amostra para posterior análise.

 

Quais são os sintomas da sarna?

Normalmente entre 3 a 4 dias após o contágio começam os primeiros sintomas. É uma doença que se caracteriza por prurido (comichão) muito intenso que agrava à noite. A sarna causa o aparecimento de erupções cutâneas semelhantes a picadas de insecto que evoluem para pequenas crostas e podem estar espalhadas por diversas zonas do corpo, como nas mãos, axilas, barriga, seios, nádegas e genitais.

 

Como é transmitida?

Os nossos animais domésticos também podem ter sarna, no entanto, é uma espécie diferente do ácaro que afecta os humanos. Uma família inteira pode ser afectada, pois a sarna é transmitida através do contacto directo com outras pessoas infectadas, ou pelo contacto de objectos entre elas. Por outro lado, fora da mesma casa, os mais afectados são crianças muito jovens, idosos institucionalizados e nos adultos a transmissão não é tão comum e normalmente ocorre pelo contacto sexual.

 

Tenho um familiar com sarna, o que faço agora?

Há cuidados essenciais para evitar a propagação da sarna, sendo fundamental efectuar todas as medidas simultaneamente em todos os elementos da família.

A roupa da cama, roupa interior e pijamas devem ser lavados a pelo menos 60 graus. Quanto a todos os objectos ou roupas que não possam ser lavados a elevadas temperaturas devem ser fechados em sacos de plástico durante duas semanas e se possível lavados depois, ainda que a temperaturas mais baixas.

 

Qual o tratamento disponível?

Geralmente o tratamento da sarna consiste na aplicação de loções a nível tópico (na pele). A toma de medicação oral é rara e está apenas aconselhada em grandes surtos em indivíduos institucionalizados ou indivíduos com o sistema imunitário muito comprometido.

Todavia, por via oral é frequente a toma de anti-histamínicos para evitar a comichão que pode vir a agravar as lesões causando complicações caso estas infectem.

Actualmente em Portugal, para tratar a sarna localmente são usadas loções de permetrina a 5% e raramente ainda aparecem receitas de manipulados de vaselina com enxofre a 6% (medicamento preparado na farmácia). Contudo, devido à sua elevada taxa de sucesso no tratamento, o medicamento mais utilizado no tratamento da sarna é a solução cutânea de benzoato de benzilo (Acarilbial®).

O tratamento com Acarilbial® é sempre feito após um banho de 10 minutos com água quente. Deve colocar-se a solução num algodão, aplicar friccionando por todo o corpo e deixar secar. No dia seguinte deve repetir o tratamento. É ainda recomendado que repita o tratamento 7 a 10 dias depois.

 

Quando se trata de sarna, é fulcral seguir as indicações do seu médico e tomar todas as medidas preventivas de forma a evitar a contaminação de outros membros da família.

 

PubPUB

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!