07 MAR 2017 | Vamos à Farmácia | Ana Quintela

Corticoides Tópicos – Cremes à Base de Cortisona

 

Os corticoides são hormonas que o nosso corpo produz naturalmente e que são essenciais para regular as nossas funções cardiovasculares, metabólicas e imunológicas. São utilizados medicamentos com corticoides (à base de cortisona) pois têm uma forte acção anti-inflamatória e conseguem suprimir eficazmente o nosso sistema imunitário. São estes os motivos que levam os corticoides a serem tão amplamente utilizados em diversas doenças de pele.

 

Para que usamos cremes com corticoides?

Os cremes com corticoides são usados para diversas doenças de pele associadas a problemas imunológicos e/ou inflamatórios, como a psoríase, a dermatite e a dermatite da fralda, o eczema, a dermatite seborreica, o líquen plano, as picadas de insecto, entre outros.

Embora em Portugal já existam corticoides tópicos (para a pele) de venda exclusiva em farmácia que não necessitam de receita médica, este tipo de medicação deve ser apenas utilizada mediante avaliação e recomendação médica prévia. É importante respeitar as indicações de aplicação e a duração do tratamento. Quando se apercebe que o tratamento não foi eficaz, não prolongue a sua utilização nem exceda o número de aplicações diárias (normalmente uma a duas). Deve aconselhar-se com o seu médico para a terapêutica seja ajustada.

 

Quando aplico corticoides na pele, estes podem ter efeitos gerais no organismo?

A absorção sistémica dos corticoides tópicos (aplicados localmente na pele) é bastante reduzida. Seria necessário aplicar uma quantidade muito elevada para se verificarem efeitos sistémicos significativos.

 

No entanto, o uso de corticoides está associado a diversos efeitos secundários no local de aplicação.

Quando aplicamos corticoides em zonas da pele mais sensíveis, o seu uso prolongado tende a deixar a pele mais fina, o que leva à medicação a ser ainda mais profundamente absorvida. Estas zonas tornam-se então mais propensas à entrada de microrganismos que são depois responsáveis por infecções na pele. Ocorre ainda o aparecimento de estrias, hipo ou hiperpigmentação (a pele ou fica descolorada ou torna-se mais escura).

O uso continuado destes cremes leva ainda ao aparecimento de tolerância. Ou seja, com o passar do tempo, a pele precisa de corticoides ainda mais potentes para que estes façam algum efeito, o que leva também a um aumento dos efeitos secundários. Há ainda o aparecimento do efeito rebound, que significa que quando deixa de utilizar estes medicamentos à base de cortisona, o seu problema de pele pode reaparecer mais tarde de uma forma ainda mais exacerbada que anteriormente.

 

Um exemplo de aplicação errada de cremes com cortisona é a sua utilização em zonas com prurido (comichão) que afinal não está relacionado com problemas alérgicos, mas sim com uma infecção fúngica. Portanto, nestes casos, a aplicação de corticoides nestas áreas ainda as torna mais permeáveis à entrada do fungo, o que agrava a infecção.

 

Existem alternativas para evitar ou diminuir o uso dos corticoides tópicos?

Se já tem uma doença de pele diagnosticada, o primeiro passo é prevenir os seus sintomas. Mantenha sempre a pele limpa e hidratada com produtos de higiene e hidratação adequados ao seu problema e em casos de pele muito seca utilize cremes emolientes e reparadores com ureia.

Também já estão comercializados cremes que podem ser utilizados no eczema como alternativas semelhantes a outros cremes que contêm cortisona, ou seja alternativas sem corticoides que também aliviam o prurido (comichão) e diminuem a vermelhidão.

 

Comprovado por alguns estudos, já se verificou que cremes com camomila suprimem as respostas excessivas do nosso sistema imunitário e ajudam a reduzir a inflamação e o prurido.

O uso de hamamélis está também desde há muito tempo associado a um alívio dos sintomas da dermatite, permitindo em determinados casos evitar mesmo o uso de corticoides.

A calêndula que está muito presente nos cremes para picadas de insectos ajuda a aliviar a inflamação e acalmar o prurido.

A bardana é uma planta que também existe em alguns cremes e soluções para lavagem pois é muito eficaz no alívio de sintomas relacionados com eczema e a psoríase.

 

 

Em suma, tente procurar alternativas ao uso de cremes com corticoides. No entanto, se estes cremes forem a terapêutica recomendada pelo seu médico não interrompa o tratamento e aplique-os correctamente de acordo com as indicações que lhe sejam dadas. Se não verificar um alívio dos sintomas converse com o seu médico assistente pois será essencial que sejam feitos ajustes no tratamento.

 

PubPUB

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!