28 Jun 2017 | Cultura & lazer | JM

O Centro de Interpretação das Linhas de Torres Vedras vai ser inaugurado no próximo sábado. A Capela de S. Vicente, Forte de S. Vicente, foi requalificada para albergar este centro.

“O objetivo do centro é proporcionar ferramentas ao visitante para a compreensão do papel fulcral das Linhas de Torres, em 1810, para a vitória anglo-lusa através de novas abordagens sobre a temática que permitirão uma maior fruição do património, graças à interpretação “in situ”. O percurso expositivo terá início na exibição de um filme/documentário, no auditório, que dará um enquadramento histórico da época, destacando-se a 3.ª invasão ao território português, comandada pelo general Massena, o exílio da população (devido à imposição da política de terra queimada) e o sistema defensivo a norte de Lisboa, que protegia o acesso à capital. O espaço da nave e capela-mor está reservado aos núcleos expositivos que contará com algumas peças museológicas, infografias, maquetas, recursos áudio, audiovisual e multimédia.”

 

Data: 1 de julho
Hora: 16h30
Local: Forte de S.Vicente  (R. do Forte de S. Vicente, Torres Vedras)

Centro de Interpretação das Linhas de Torres Vedras localiza-se numa das estruturas militares do sistema defensivo e integra a rede de centros interpretativos da Rota Histórica das Linhas de Torres (RHLT): Sobral de Monte Agraço, Arruda dos Vinhos, Mafra, Loures e Vila Franca de Xira.

 

[Imagem CMTV]

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!