11 MAI 2017|POLITICA LOCAL | JM


O empreiteiro, a empresa AECI – empresa que agregou recentemente a Sancovia e a Ribeirol, todas elas com os mesmos proprietários – que tem ganho aos longo dos anos muitos contratos de empreitadas por ajuste directo e por concurso com a Câmara Municipal de Mafra (CMM), pediu à CMM a prorrogação do prazo desta obra por mais 3 meses, sem quaisquer penalizações.

“Relativamente à execução da empreitada em epígrafe, vimos por este meio solicitar a prorrogação graciosa, do prazo de execução da empreitada, por 90 (noventa) dias, devido às condições climatéricas, no final do ano de 2016 e à necessidade de reposícionar uma tubagem de abastecimento de água, sendo que estas duas situações em conjunto, provocaram atrasos no andamento dos trabalhos.”

Não surpreende qua resposta da Câmara Municipal de Mafra tenha sido positiva, nestes termos:

“[…] este pedido de prorrogação do prazo é aceitável e se justifica, face ao acima exposto, Propõe-se que a prorrogação de prazo seja graciosa, tal como proposto pelo empreiteiro, ou seja, não haja acréscimo de custos relativos ao estaleiro e à revisão de preços.”

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!