Foi hoje aprovada, em Reunião de Câmara, a assinatura de um acordo de Colaboração entre o Município de Mafra, o Palácio Nacional de Mafra, a Vigararia de Mafra e o Conservatório de Mafra.

O objectivo da assinatura deste acordo visa a definir “os termos e condições pelas quais se vai reger a colaboração entre o Munícipio, o Palácio Nacional De Mafra, a Igreja Católica Apostólica Romana de Mafra e o Conservatório de Mafra na utilização do carrilhão de ensino e dos seis órgãos históricos”.

“É necessário assegurar a continuidade destes equipamentos culturais (um carrilhão e dez órgãos históricos), por meio da formação de músicos do Concelho de Mafra, para que fiquem habilitados a executarem os referidos instrumentos musicais, promovendo a sua valorização patrimonial e, simultaneamente, incentivando a consciencialização para a sua preservação e conservação;”

Aquando da criação do Conservatário de Mafra uma das premissas foi “a implementação de um ensino de excelência e a divulgação dos órgãos históricos e dos carrilhões, prevendo-se inclusivamente a constituição da “Camerata de Mafra/The Mafra Baroque Orchestra”, vocacionada para a promoção do repertório do século XVIII;”, deste modo o Conservatório de Mafra pretende, no ano letivo 2016/2017, abrir um curso de órgão histórico e um curso de carrilhão. 

O Acordo terá a duração de um ano, a contar da data da sua assinatura e será automática e sucessivamente renovado por iguais períodos e nas mesmas condições.

 

Nota: Os órgãos: 6 encontram-se na Basílica do Palácio Nacional de Mafra, 1 na Igreja de Nossa Senhora da Encarnação, 1 na Igreja de Nossa Senhora do Livramento (Azueira), 1 na Igreja de São Pedro da Ericeira e 1 na Igreja de São Silvestre do Gradil.

 

Publicado em 13 de Junho 2016

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!