09 Jun 2017 | Politica Local | JM

Foi hoje aprovada em reunião da CMM a atribuição de um apoio financeiro no valor de 5000€ (cinco mil euros) à Paróquia de São Paulo da Malveira depois de esta ter solicitado apoio para “obras de renovação ao nível do soalho e do teto, que se encontram deteriorados devido a infiltrações”.

Pela leitura da nota que justifica esta atribuição de fundos públicos provenientes dos impostos a uma organização religiosa, verificamos que o referido templo é propriedade da ICAR e foi construído em 1984, ficamos também a saber que a igreja foi benzida e “ereta canonicamente” só um ano mais tarde, sem que se entenda como é que este argumentário pode justificar o investimento público.

Todos os vereadores do PSD, o presidente da câmara e todos os vereadores do PS votaram a favor desta aplicação de verbas, o vereador da CDU absteve-se, fazendo uma declaração de voto verbal.

Em Mafra a separação entre a igreja e o estado (local) parece ser um mito. Ficamos também a saber que teremos andado a pagar impostos a mais, pois ficam patentes os excedentes da receita.


PubPUB

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!