26 MAR 2017 | Cultura & lazer | JM

Ontem aconteceu a 1ª Visita Nocturna à Biblioteca do Palácio Nacional, inserida no programa de comemorações do tricentenário da colocação da 1ª pedra do Real edifício. A Visita contou com o acompanhamento de quem conhece a Biblioteca bem e de há muitos anos, Teresa Amaral,  Mafalda Nobre e Clotilde Mendes.

Enquanto observamos a beleza do espaço vai-nos sendo contado um pouco da história da biblioteca. Quem a construiu, como está organizada, que livros existem nas suas estantes, sendo sobretudo livros impressos, escritos predominantemente em Latim, Português e Francês. A conservação do espaço e dos livros, os autores das obras e os livros proibidos também foram tema de conversa. Ficámos a saber como as marcas de posse nos podem mostrar o “caminho” que o livro percorreu até chegar aqui a Biblioteca de Mafra.

Tema foi também a fauna do Palácio, nem só morcegos e ratos por aqui habitam, as aves de rapina também por cá passam e até já nidificaram nas torres do Palácio.

Em termos académicos a Biblioteca ainda não foi muito estudada. Decorre neste momento alguma investigação, nomeadamente sobre as marcas de posse e as encomendas de livros. Muito em breve teremos notícias de uma investigação conjunta entre Mafra, a Universidade de Évora, e instituições congéneres francesas e brasileiras.

Ainda hoje a Biblioteca utiliza os manuscritos deixados por Frei João de Santana com a localização dos livros nas estantes, não se conhecendo ainda todos os livros que por lá se encontram. Ainda há surpresas, mesmo para quem por lá trabalha há mais de vinte anos, nos últimos tempos foi encontrado um livro sobre caça às bruxas e um Corão, livro ainda não anteriormente catalogados.

Contaram-se algumas histórias, muitas delas vividas na 1ª pessoa, sobre o que é manter, organizar e investigar numa das Bibliotecas mais bonitas do mundo, a Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra.

As próximas datas para a Visita Nocturna à Biblioteca estão esgotadas.

Deixamos aqui algumas imagens da visita de ontem.

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!