26 MAI 2017 | Cultura & Lazer | JM

Ontem, a Basílica do Palácio Nacional de Mafra esteve bem composta para assistir ao concerto em que foram apresentadas as obras distinguidas com o “Prémio Internacional de Composição – Órgãos do Palácio Nacional de Mafra 2017”.

Nesta edição, o júri constituído por Joris Verdin (Bélgica), que presidiu, Maurizio Croci (Itália), António Pinho Vargas (Portugal) e João Vaz (Portugal), apreciou 22 obras de compositores de todo o mundo.

Ontem, para além da apresentação ao publico das obras, foram entregues os diplomas aos vencedores.

Prémio composição original – “Fantasia” de Luigi del Prete
Prémio transcrição para seis órgãos de uma obra existente – “Allegreto from Symphony, No. 7 in A Major, Op. 92” de João Henrique Sousa Santos
Menção honrosa na categoria A –  “1945, Recitativo and Four Images” de Claudio Maccari

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!