1 ABR 2017| | JM

Inscrições começam a partir do próximo ano

O ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues e o reitor da Universidade de Lisboa (UL), António Maria Maciel de Castro Feijó, anunciaram ontem o decreto que autoriza a instalação do curso de Medicina em Mafra, indo ocupar a Vila Velha, dando assim corpo à recuperação urbanística daquele espaço, há tantos anos votado ao abandono. Segundo o ministro, o curso começará com 36 vagas por semestre .

O presidente da Câmara de Mafra, Hélder Silva, explicou que a proposta da universidade “É um processo que precisa de preencher os requisitos dos padrões de qualidade de ensino e de estrutura e que a universidade terá todo o apoio da Câmara, desde que os necessários fundos sejam transferidos para o município. Ganha toda a comunidade que, no futuro, vai poder contar com os serviços dos profissionais que irão actuar aqui na região”, destacou Hélder Silva. Já os representantes da oposição, unidos por uma vez, declararam em comunicado, “…Que a conquista do curso de Medicina será um forte instrumento na melhoria da qualidade de vida e da saúde da população do concelho.”

Agradecemos aos representantes da autarquia, o facto de terem prestado declarações ao Jornal de Mafra, o que, por si só, constitui já um facto histórico assinalável.

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!