27 ABR 2017|DESTAQUES | JM

No dia em se comemoram os 43 anos da libertação dos presos políticos, o Conselho de Ministros do XXI governo constitucional reuniu-se no Forte de Peniche, espaço que funcionou como prisão politica entre 1935 e 25 de Abril de 1974.

 Antes do concelho de ministros, numa visita em que foram acompanhados por antigos presos políticos, todo o governo visitou o forte, entrando nas celas que acolheram os presos durante os anos da ditadura. Esta visita foi “guiada” pelo preso que mais anos ali passou, Domingos Abrantes, actual membro do Conselho de Estado.

António Costa, referindo-se à transformação daquele espaço em museu, afirmou que esse desígnio se destina a “manter a memória viva”, acrescentando, “porque como infelizmente a história nos tem recordado quando nos esquecemos, tendemos a repetir aquilo que nunca mais pode ser repetido”. Não deixou de ser significativo, o facto de o primeiro ministro ter proferido estas palavras, precisamente na cela que acolheu Álvaro Cunhal, então já dirigente do Partido Comunista.

António Costa fez-se fotografar com um vasto grupo de antigos presos políticos que passaram pelo Forte de Peniche, de entre eles, o jornalista António Perez Metelo, Domingos Abrantes, Fernando Rosas e Jorge Galamba Marques, pai do deputado socialista João Galamba, que o acompanhou nesta visita.

O Forte de Peniche deverá pois vir a constituir-se como o 15º museu nacional. Para esse efeito, o governo destinou 3,5 milhões de euros, os quais deverão ser utilizados para a reabilitação deste espaço de memória.

Durante a conferência de imprensa que se seguiu ao Conselho de Ministros, Luís Filipe de Castro Mendes, Ministro da Cultura, afirmou que o museu deverá ser inaugurado em 2019, ainda durante esta legislatura. As verbas destinadas a esta recuperação deverão ter origem no programa Portugal 2020, referiu aos jornalistas, Pedro Marques, Ministro do Planeamento e das Infra-estruturas

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!