JAN 2017|CURTAS | JM

 

Em Janeiro de este ano constituiu-se mais uma associação no concelho de Mafra, desta vez, uma associação de elite.

Associação Amigos da Nova Rota da Seda é o nome adoptado por esta nova associação, com sede na Rua Prudêncio Franco da Trindade, número 4, na freguesia de Ericeira. Como objecto da sua actividade, destacamos:

A Associação tem por objecto cooperar de uma forma pró-ativa na construção do projeto Uma Faixa Uma Rota através do conhecimento, informação e divulgação de contributos válidos, seja na apresentação de projetos ou no desenvolvimento de relacionamentos para, conseguir obter os objetivos desta iniciativa da República Popular da China em que Portugal está incluído.

Integrada pois naquela que será a nova “Longa Marcha” do Partido Comunista Chinês, denominada de “Uma Faixa Uma Rota a Nova Rota Marítima da Seda do Século XXI” , pelo Presidente Ji Xinping em 2013, esta iniciativa chega agora a Portugal com os proverbiais 4 anos de atraso.

A Associação declara perseguir os seguintes objectivos, alguns deles dignos do prémio Nobel da economia:

•Recuperação da economia global;
•Melhor utilização de recursos;
• Aumento da conetividade entre a China e os países da Ásia, Europa e África;
• Maior integração de mercados e construção de um mundo multipolar;
• Maior aplicação de tecnologias de informação;
• Investimentos em infraestruturas, transporte, cooperação marítima e energia na região asiática;
• Aumento da coordenação de estratégias de desenvolvimento entre os países numa Faixa uma Rota;
• Aumentar o comércio, o investimento e o consumo;
• Criar procura e oportunidades de emprego;
• Melhorar as trocas culturais e a comunicação entre os diversos povos;

À primeira vista, a coisa passaria desapercebida, tudo apontaria para uma iniciativa ligada às milhares de lojas onde se vendem produtos baratos, lojas cujos empresários são oriundos da China. No entanto, uma leitura atenta dos nomes que constituem esta associação e dos seus objectivos, não deixam margem para dúvidas – algo anda no ar, algo com algum peso potencial – que importância e que peso, de que forma, e o porquê da sua constituição na Ericeira, isso são, por enquanto, sombras chinesas.

Vejamos então alguns dos 20 nomes que constituíram esta associação:

MÁRIO PATINHA ANTÃO (Carcavelos) – Ex deputado do PSD,  tendo chegado a ser candidato à liderança daquele partido político. Foi chefe de gabinete de Eduardo Catroga e depois Sec. de Estado. Professor no ISEG, consultor do Banco BIC.

JOÃO PAULO FARINHA FRANCO (Lisboa) – Advogado,  do seu longo currículo, destacamos, administrador dos Portos de Sines e do Algarve, S. A.,  da Santa Casa da Misericórdia de Cascais, Vereador da Câmara Municipal de Cascais, Administrador do Metropolitano de Lisboa, Assessor do Sec. Estado do Emprego e Formação Profissional (1986-1987) e Adjunto do Presidente da Assembleia da República (1980).

FILIPA ARANTES PEDROSO (Cascais) – Advogada do escritório de advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados, especializada na área de imobiliário e turismo.

HELDER JACINTO DE OLIVEIRA (Lisboa)  – Director da African Management Services Company B.V. e da Sociedade para o Financiamento do Desenvolvimento Instituíção Financeira de Crédito, S.A. e Sociedade Portuguesa de Empreendimentos, S.A.

CHOI MAN HIN (Lisboa) –  presidente do conselho (e administração do Casino Estoril.

HAO ZHANG (LISBOA) – Gabinete de Apoio ao Conselho Geral e de Supervisão na EDP

FERNANDO MIGUEL PALHAVÃ DE MATOS FERNANDES (Estoril) – Project leader na promoção e venda de imóveis de grande dimensão, com projectos estruturantes para Portugal.

BERNARDO PESSOA DE CARVALHO DE MENDIA (Hong Kong) – Gestor imobiliário

BAO HONG CORREIA DA FONSECA (Queijas) – Gestora de empresa na área da consultoria para os negócios e a gestão.

PAULO JORGE ESTEVES LOPES (Lisboa) – Gestor de empresa na área da consultoria para os negócios e a gestão.

MARIA FERNANDA PARGANA ILHÉU (Lisboa) – Professora assistente no ISEG.

LI ZHU (China) – Vice-Directora da Escola de Negócios Internacionais da Universidade de Estudos Estrangeiros de Tianjin e do Instituto Confúcio.

MÁRIO JOSÉ ALVES MATOS DOS SANTOS  – Director Executivo da Fundação casa de Macau

MARIA TERESA DE SALTER CID GONÇALVES ROCHA PIRES (Lisboa) – Professora da Faculdade de Letras da U. de Lisboa, Estudos Americanos.

JITENDRA TULCIDAS –  Economista residente na China, envolvido em projectos na área da energia e minas.

DEOLINDA DA CONCEIÇÃO FRANCO COIMBRA (Lisboa) – Já em tempos longínquos, foi adjunta do gabinete do Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro, sendo então o Sec. de Estado, António d’Orey Capucho.

MARIA LEONOR SILVA REIS AFONSO FIGUEIREDO JANEIRO (Lisboa) – Arquitecta

 

Gente ligada à finança, a projectos imobiliários, muita gente ligada à gestão, gente ligada ao direito dos negócios internacionais e, como não podia deixar de ser, em função das conexões geográficas do projecto, gente ligada aos interesses da Republica Popular, Republica Popular da China. Falta conhecer o lugar da Ericeira neste puzzle.

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!