14 Jun 2017 | Curta | JM

A Associação de Dadores de Sangue de Mafra foi fundada em 1992. No ano seguinte são eleitos os primeiros órgãos sociais e inicia-se o processo de criação de núcleos de dadores no concelho, nomeadamente na Malveira, Milharado e Livramento e depois em Vila Franca do Rosário, Enxara do Bispo, Igreja Nova, Sobral da Abelheira, Cheleiros, Venda do Pinheiro, santo Estevão das Galés, Alcainça e Gradil.

Como importantes marcos no desenvolvimento da actividade desta associação, assinala-se a realização de um Convívio Nacional e Internacional de Dadores de Sangue, com cerca de 4000 participantes, a aquisição de uma carrinha e a inauguração da primeira sede. A 6 de Maio de 2017 inaugura-se em Mafra a nova sede da associação.

Em 2016 a associação contava com 2820 dadores inscritos, 2244 dadores com colheita realizada.

O sangue é um produto essencial à vida, um produto que não tem preço, um produto em torno do qual se desenvolvem acções de verdadeira solidariedade com base em associações (palavra que nos tempos que correm, serve para designar verdadeiras empresas com benefícios fiscais) que são isso mesmo, grupos de pessoas que oferecem o seu tempo, a sua energia e o seu saber, no desenvolvimento de uma actividade que constitui, ela sim, um verdadeiro serviço de cidadania.

“A celebração do Dia Mundial do Dador tem como objetivo aumentar a consciência da necessidade de componentes sanguíneos seguros e agradecer a todos os dadores as suas dádivas voluntárias e benévolas, assim como reconhecer a sua importância e o seu contributo em salvar vidas e em melhorar a saúde e qualidade de vida de muitos doentes.”

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 92 milhões de pessoas dão sangue anualmente, sendo que 45% destes dadores têm menos de 25 anos e 40% são mulheres

Quem pode ser dador de sangue?

Quem tiver entre 18 e 65 anos de idade

Quem pesar mais de 50 quilos

Quem gozar de boa saúde e tenha hábitos de vida saudáveis

Onde dar sangue?

Nos centros regionais de sangue do Instituto Português do Sangue em Lisboa, Porto e Coimbra;

Nos locais onde se realizam colheita de sangue móveis, no seu local de trabalho, centro comercial ou na sua área de residência;

Nos serviços de imunohemoterapia hospitalares.

Nos locais anunciados pelas muitas associações de dadores espalhadas pelo país

O que fazer e o que não fazer depois de doar sangue?

Deve beber líquidos em abundância.

Não se pode conduzir nos 30 minutos seguintes.

Não se pode fumar nas duas horas anteriores.

Não se pode beber álcool nas 12 horas anteriores.

12

Associação dos Dadores de Sangue de Mafra

Rua da Junta de Freguesia de Mafra (no antigo edifício Sede da Junta de Freguesia de Mafra)

PubPUB

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!