Crónica | Alexandre Honrado – Interpreta o impensável

Interpreta o impensável     O que seria de uma vida inteira se não pensássemos? Algum estranho equilíbrio nos levaria de uma à outra ponta, do nascer ao partir, enchendo parte de nós com a vã impossibilidade de sermos nós. Pensar, mesmo assim, não seria suficiente. Seria exigível a importância de saber como fazê-lo. E ao sedimento de todos os dias a que chamamos memória e que mais não é do que a soma do que mais se evidencia no que acumulamos, qualquer coisa, mesmo simples, teria de fazer algum…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado | Ainda as eleições só porque sim

Ainda as eleições só porque sim Já não estamos efervescentes com os resultados eleitorais – digo nós mas sei que é um grupo diminuto aquele que se rala com as eleições, antes, durante, ou depois delas afetarem as nossas vidas, metade do País que se impõe à outra metade (45 por cento de abstenções! Não venham depois queixar-se). Acreditem que desta vez fiz de propósito, não me meti ao barulho muitas vezes, e não, não é resultado da idade, que vai avançando e já não me move a saltar para…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado | Papa Francisco perseguido por católicos

Papa Francisco perseguido por católicos Ou Errar no alvo e escolher mal o inimigo? Escrevi há dias e repito: os tempos mudam, algumas pessoas não. A frase, escrita com outro intento, tem, todavia, muito a ver com o que se anda a passar pelo mundo num capítulo inesperado: as críticas ao Papa Francisco, talvez num momento em que as críticas aos inimigos do mundo deviam ser mais intensas e os cultores do humanismo – onde se incluem alguns cristãos de boa fé – deviam dar o exemplo e unir-se numa…

Ler mais

Crónica | Alexandre Honrado – À procura de vozes encantatórias

À procura de vozes encantatórias Escondido das ribaltas, mesmo com o lançamento de um livro novo – “meu”, em São Paulo, ou nosso, porque feito com a escritora brasileira Penélope Martins e a artista plástica espanhola  Nivola Uyá– , um ano letivo à porta onde a área de Ciência das Religiões da Universidade Lusófona se mostra de uma dinâmica imparável, com a aceitação do convite da presidência da República para participar na feira do livro de Belém – que considero uma bela iniciativa, República é Educação, quem o negar que…

Ler mais

Crónica | Alexandre Honrado – A esperteza saloia

A esperteza saloia Sou boa pessoa, digo eu, como cesta que se gaba de não ir às próximas vindimas. Creio que o sou – e isso mesmo sem atacar com raiva primária o Acordo Ortográfico 90 ou os programas indecorosos das televisões nacionais, ou os erros jornalísticos de gramática ou a falta de senso de quem devia atinar para bem de todos nós. É por isso que, agindo na base dos meus sentimentos mais profundos, tenho muita pena de certas pessoas. Só para dar um exemplo, tenho até uma certa…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado | Elogio da coisa

Elogio da coisa (da selfie ao fascismo: sorria!)   Já me sentei a mesas só de padres, não sendo padre. E uma freira idosa até me interrogou, sem piedade, chegando à conclusão que eu lhe mentia. É que  ninguém com esta barriguinha, esta primeira fase de calvície (a minha carequinha nuclear), que parece uma tonsura (tipo de corte no cabelo do ordinando, que é o que vai receber as ordens sacras do catolicismo, sendo o corte produzido ao conferir-lhe o primeiro grau de Ordem no clero), que sabe o que…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado | Um homem sem calças

Um homem sem calças Passeando pela brisa da tarde   Pois é verdade, eu que leio tudo, desinteresso-me também, cada vez mais, pela opinião publicada, pela galeria de horrores expostos nas capas das revistas e dos jornais. Creio que me cansei há muito tempo e não dei por isso. Cheguei, no passado, a ter a sensação provocada pela adrenalina de ver matérias escritas por mim irem à capa e agora sou este senhor entusiasmado que segue o voo das aves, que mergulha à procura de pedras reluzentes no fundo de…

Ler mais