17 MAR 2017 | Cultura & Lazer| JM

 300 anos do lançamento da primeira pedra
da construção do Palácio-Convento de Mafra

 

Hoje vamos falar em duas salas do Palácio Real de Mafra, a Sala de Diana e a Sala do Trono.

 

DSC_0062 - Cópia

 

Sala de diana

O nome da sala deve-se à maravilhosa pintura do tecto, pintura que representa Diana, a deusa da caça.
As pinturas murais desta sala estão incluídas na campanha decorativa que o Príncipe Regente, futuro D. João VI, iniciou em 1796 de modo a substituir as Tapeçarias que até então faziam parte da decoração .

As pinturas são da autoria de Cirilo Volkmar Machado (1748-1823)

Fotografia0375 DSC_0053 DSC_0065 DSC_0092

 

 

 

IMG_20150907_092405

 

 

Sala do Trono

 

A sala do trono, situando-se este ao fundo da sala, destinava-se a ser palco das audiências régias.
Nas suas paredes estão pintadas as oito Virtudes Reais: Perfeição, Tranquilidade/Calma, Bondade, Conhecimento/Saber, Generosidade, Concórdia/Paz, Constância/ Perseverança e Diligência.
Domingos António de Sequeira (1768-1837) desenhou estas oito figuras murais.
Tal como na sala de Diana a decoração mural é da autoria de Cirilo Volkmar Machado.

 

 

DSC_0011  DSC_0042DSC_0016DSC_0013 - Cópia

 

 

Pub

Achou este artigo interessante, partilhe-o com os seus amigos!

VISITE TAMBÉM A PRIMEIRA PÁGINA DO JORNAL DE MAFRA

Partilhe com os seus amigos!