Campeões europeus de futsal recebidos por Marcelo Rebelo de Sousa

A Selecção Nacional de Futsal sagrou-se ontem campeã europeia da modalidade em Liubliana, Eslovénia, ao vencer a  equipa de Espanha.

A equipa foi recebida ao inicio da tarde por centenas de pessoas, entre familiares, amigos e adeptos, que aguardavam a sua chegada ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Os Ccampeões europeus de futsal foram já recebidos pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que já ontem tinha referido que “mais uma vez os Portugueses demonstraram que quando são bons são os melhores”.

Para além de Marcelo Rebelo de Sousa, a recepção em Belém contou ainda com a presença de Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, de Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação e de João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

Ricardinho, o melhor jogador do mundo da modalidade e capitão da equipa nacional, referiu que o futsal “também é desporto” e que a equipa tinha um sonho, sonho que se tornou realidade e “dia 10 vai ficar para a história. O futsal conseguiu tocar o céu”. Referiu ainda que a equipa está muito orgulhosa pois “começamos lá de baixo, hoje somos os senhores do futsal (…) estamos orgulhosos de ser portugueses”.

O presidente da República referiu que na base desta vitória esta a capacidade de sonhar, a união, humildade e rigor no trabalho.

Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de fazer a “explicação do agradecimento”. Apesar da vitória só por si justificar o agradecimento Marcelo Rebelo de Sousa continuou com a “justificação adicional”.

“O país viveu, ao longo do ultimo ano, momentos de grande alegria e de uniu-se” viveu também “momentos de profunda tristeza e uniu-se nos momentos de profunda tristeza”. Deste modo é bom que “neste 1º trimestre do ano de 2018, ano que está a começar pudéssemos ter esta alegria”. O presidente continuou afirmando que esta vitória da seleccão de futsal “é especial” pois faz bem “auto-estima de cada um de nós, à auto estima nacional, agora que saímos de um período complicado na nossa vida coletiva, nem imaginam”. “De facto, é bom estar perante os melhores dos melhores”.

Depois dos discursos e dos cumprimentos oficiais, o próprio presidente da República levantou o troféu ontem conquistado, e claro, não faltou a selfie.

[Imagem da capa da Selecção Nacional]

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment