Legionella encerra serviço de ortopedia do Hospital de Torres Vedras

Depois de ter sido detectada a bactéria legionella em torneiras de uma casa de banho do Serviço de Ortopedia 2 do Hospital de Torres Vedras, o serviço foi encerrado.

A bactéria foi detectada durante “análises de vigilância, habitualmente feitas nas unidades de saúde”, afirma a administração do hospital, referindo que nenhum doente ou funcionário da unidade foi infectado pois “foi feita uma pesquisa às análises clínicas dos últimos seis meses para confirmar que não houve qualquer doente ou trabalhador infetado”.

A presença de legionella neste serviço, obrigou à “deslocação dos 17 doentes da Ortopedia 2 para o Serviço 1 de Ortopedia e para outros serviços do hospital” estando as consultas e cirurgias de ortopedia a funcionar normalmente.

A análise que deu como positiva a presença desta bactéria é de dia 8, reflectindo resultados de datas anteriores a esta. Nesse dia, a casa de banho em questão terá sido fechada e foi “feita a desinfeção , com choque térmico e com produto próprio” e depois em todo o hospital.

A situação esta a ser acompanhada desde o primeiro instante pelo delegado regional de saúde e por técnicos de saúde pública, e depois da desinfeção efectuada pode até “já não haver legionella” mas o resultado das novas analises apenas será conhecido daqui a duas ou três semanas.

O Hospital de Torres Vedras, integra o Centro Hospitalar do Oeste, sendo os utentes de Mafra (excepto as freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estêvão das Galés e Venda do Pinheiro) são encaminhados para este Hospital.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados