Editorial | Espaço de Opinião Política Regressa ao Jornal de Mafra

Espaço de Opinião Política Regressa ao Jornal de Mafra

 

Quando lançámos o Jornal de Mafra, em 13 de Outubro de 2014, um dos objectivos que nos propusemos, foi dar voz a todas as forças politicas com representação no parlamento local (Assembleia Municipal – AM), pondo à disposição de cada uma delas, um espaço de opinião, onde fosse possível prolongar a troca de ideias e o seu confronto democrático.

Mantivemos aquele espaço enquanto foi possível, já que, com o passar do tempo, as forças políticas –  todas as que tinham assento na AM, excepto o PSD, que não aceitou o nosso convite – foram falhando os prazos de apresentação dos artigos, tornando impossível a manutenção daquele espaço com a regularidade e a dignidade que os seus objectivos de cidadania exigiam.

O Jornal de Mafra retoma agora a ideia de 2014, nada mais do que proporcionar um espaço de liberdade, de debate de ideias e de confronto democrático entre as diferentes formas de pensar o concelho, oferecendo-lhes um espaço de opinião política onde seja possível pensar o concelho a nível político, no sentido mais alargado do termo – político-partidário, institucional, cultural e económico.

Não nos dirigimos, desta vez, às organizações políticas, já que os convites foram endereçados a título pessoal, embora tendo contemplado, é certo, e como não poderia deixar de ser, personalidades com peso próprio no panorama político do concelho.  Endereçámos convites a personalidades próximas do PSD,  PS,  PCP,  BE,  CDS-PP e PAN. Todas as personalidades a quem dirigimos convites, aceitaram com agrado o espaço que o Jornal de Mafra pôs à sua disposição. Todos, excepto as várias personalidades próximas do PSD que o JM contactou, as quais, embora invocando razões diversas, recusaram o nosso convite.

Num contexto em que o partido maioritário viu reforçado o seu poder, em função dos resultados das ultimas eleições autárquicas, a troca de ideias e o seu confronto livre, democrático e regular, assume uma especial importância na vida do concelho, assim sendo, lamentando embora a inultrapassável dificuldade que encontrámos em assegurar opinião próxima do PSD concelhio, damos as boas vindas a Alexandre Seixas, José Martinez, Pedro Ramos, Mário de Sousa e Matilde Batalha, fazendo votos de que as opiniões aqui expressas possam contribuir de alguma forma para o progresso do concelho e para o bem-estar das suas gentes.

 

Paulo Quintela

Director do Jornal de Mafra

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment