Mafra e Palmela | Mulher detida por burla qualificada e falsificação de documentos

Depois de em Dezembro a Polícia Judiciária, através da Directoria de Lisboa e Vale do Tejo, ter detido um casal por burla qualificada e falsificação de documentos que actuava em Mafra e Palmela, ontem detiveram uma mulher que fazia parte do mesmo grupo.

A mulher, com 47 anos de idade, ontem identificada e detida por “fortes indícios da prática de crimes de burla qualificada e falsificação de documentos” era o elemento do grupo que faltava deter para que o grupo ficasse “totalmente desmantelado”.

Tendo sido presente a primeiro interrogatório judicial, foram aplicadas., à detida, “as medidas de apresentações periódicas às autoridades e proibição de contatos com os outros elementos do grupo”.

O grupo agora desmantelado participavam “falsos sinistros, de que resultavam supostos graus de incapacidade, ou mesmo a morte, justificados com diversa documentação falsa, incluindo de informação clinica, recebendo depois as indemnizações contratadas pelos danos declarados que bem sabiam serem inexistentes”.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment