Mafra vai manter o IMI na taxa máxima (0,45) em 2018

Com os votos maioritários do PSD, e com a oposição do PS, única força politica da oposição representada na Câmara Municipal de Mafra, foi hoje aprovado em reunião de câmara, a manutenção da taxa de IMI no valor máximo que a lei permite, 0,45. Nos municípios vizinhos: Sintra baixou o IMI para 0,33, loures baixou o IMI para os 0,38 e Torres Vedras mantém o IMI nos 0,4.

A justificação que esta e a anterior gestão de Hélder Silva (PSD) à frente da Câmara Municipal de Mafra têm apresentado para taxar os seus munícipes pela taxa máxima permitida para este imposto, passa pelo facto de, em função dos muitos pedidos de indemnização, ainda pendentes, relativos às expropriações feitas para a construção da A21, da responsabilidade da gestão (PSD) de Ministro dos Santos, poder vir a ser necessário ter provisões suficientes para cumprir as decisões que tribunais venham a tomar.

Depois da recente decisão de remunicipalizar a água, poderá também ser necessário dispor de fundos para indemnizar a Be Water, sendo que esta empresa pediu cerca de 50 milhões de euros de indemnização por não cumprimento dos contrato de concessão.

Para além do IMI, as taxas dos restantes impostos irão também manter-se em 2018.

O orçamento municipal em 2018 vai subir para os 60,2 milhões de euros, mais 6,5 milhões de euros. Os vereadores da oposição (PS) votaram contra o orçamento.

Prevê-se assim, mais um ano difícil para os contribuintes residentes no concelho de Mafra.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados