14 de Novembro | Dia Mundial da Diabetes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a International Diabetes Federation (IDF) criaram em 1991 este dia com o objectivo de dar resposta ao aumento de casos de diabetes no mundo.

Assinala-se nesta data por ser o dia de aniversário de Frederick Banting que, juntamente com Charles Best, foram os responsáveis pela descoberta da insulina, em 1922.

A diabetes afecta mais de 13% da população portuguesa e mata mais de 10 pessoas por dia em Portugal. Estima-se que que 44% das pessoas com diabetes ainda estejam com a doença por diagnosticar.

A prevalência da diabetes na população entre os 25 e 74 anos e residente em Portugal é de 9,8% (superior à media europeia de 9,1%) sendo mais elevada nos homens (12,1%) do que nas mulheres (7,7%).

Anualmente morrem cerca de 2.200-2.500 mulheres e cerca de 1.600-1.900 homens por diabetes.

Até 2020 a DGS pretende aumentar o número de novos diagnósticos através da avaliação precoce, com o objetivo de diminuir a mortalidade prematura e o desenvolvimento da doença em pessoas de risco.

 

 

Tipos da Diabetes existentes:

Diabetes tipo I – É uma doença autoimune em que o próprio organismo destrói as células do pâncreas responsáveis por produzir insulina, o que faz com que a glucose aumente no sangue. Este tipo é mais comum entre crianças e jovens e não está diretamente relacionado com hábitos alimentares ou obesidade. Quem sofre deste tipo de diabetes tem de administrar insulina diariamente. A taxa de incidência é, apesar de tudo, baixa quando comparada com a Diabetes tipo II.

Diabetes tipo II – É o tipo mais comum desta doença e, neste caso, inicialmente, a quantidade de insulina produzida pelo organismo poderá ser exagerada em comparação com a que é produzida em pessoas saudáveis. Isto acontece porque o corpo precisa de mais insulina para que esta consiga desempenhar a sua função. Porém, com o passar do tempo, o organismo vai-se tornando resistente à insulina e os níveis de glucose vão começar a aumentar. A diabetes tipo II pode aparecer em pessoas de qualquer idade e está muito ligada à obesidade e hábitos alimentares pouco saudáveis, embora nem sempre seja o caso.

Diabetes gestacional – É um tipo de diabetes que aparece quando a mulher engravida (taxa de incidência de 1 em cada 20 grávidas), mesmo que anteriormente à gravidez nunca tenha apresentado sinais da doença. Embora normalmente desapareça após o parto, é importante que sejam tomadas medidas de prevenção para que não se venha a desenvolver diabetes tipo II. Há ainda outros tipos de diabetes causados por patologias no pâncreas, sistema endócrino, ou nas células-beta (responsáveis pela produção de insulina).

 

A Fome e sede constantes, a boca seca, o prurido no corpo, a fadiga, a visão turva e a vontade frequente de urinar são alguns dos principais sinais de alerta.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment