24 de outubro | Dia do Exército Português

Celebra-se hoje o Dia do Exército Português. A data escolhida, 22 de Outubro, deve-se a tomada de Lisboa, no ano de 1147, pelas tropas de D. Afonso Henriques.

A cerca do dia de hoje, o General Chefe de Estado-Maior do Exército emitiu a seguinte Mensagem:

“O dia do Exército celebra-se a 24 de outubro, assinalando dessa forma a data da tomada de Lisboa em 1147, acontecimento de importância inequívoca para a consolidação da nossa identidade e independência.

No corrente ano, e desde maio, foi solicitado ao Exército que apoiasse o combate aos incêndios florestais, situação que se prolongou até ao momento presente, não só ao nível do apoio ao combate de incêndios florestais, como também através da disponibilização de infraestruturas e de equipamentos e, ainda, do fornecimento de apoio logístico, tendo sido mobilizado até ao momento 14.234 militares: 8.598 no âmbito do plano Lira, 3.290 no âmbito do plano faunos e 2.346 no âmbito das parcerias com municípios.

Na sequência dos fogos florestais que atingiram vários pontos do país, provocando a perda irreparável de vidas humanas, a aprovação pelo conselho de ministros, em 16 de outubro, do decreto que declarou três dias de luto nacional como forma de pesar e de solidariedade com toda a população nacional, reflete a realidade dolorosa a que o Exército não pode estar alheio.

Neste sentido, decidi cancelar as cerimónias do dia do Exército em Guimarães, em 2017, adiando as mesmas para 2018, no mesmo local.

Manifesto o elevado apreço e reconhecimento por todo o esforço desenvolvido na preparação das comemorações, ciente que só com elevada dedicação e rigor conseguimos alcançar o elevado profissionalismo com que todas as atividades foram planeadas.

Relevo a forma competente como as mulheres e homens, militares e funcionários civis do Exército, cumprem brilhantemente as suas atividades no cumprimento das missões, tanto no território nacional como no exterior no apoio à política externa de Portugal, evidenciando um enorme altruísmo e dedicação à pátria.

Ciente dos desafios que se nos colocam para 2018, e confortado naquilo que foi a solidez do trabalho realizado em 2017, através dos processos concretizados no Exército, no âmbito da atividade operacional desenvolvida, aquisições, e demais processos administrativo logísticos, manifesto a todos a minha total confiança.

Temos de continuar na senda do caminho já traçado, não deixando de enfrentar com determinação as adversidades que se nos depararão.

Apelo à resiliência, afinco e determinação individual deixando-vos uma palavra de incentivo determinação e esperança, no desejo de conseguirmos desenvolver e criar um Exército eficiente e moderno ao serviço de Portugal e dos portugueses.”

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados