Venda do Valador | Inauguração do Centro de Saúde de Mafra Leste [Imagens]

Hoje pela manhã, foi inaugurada a nova unidade de saúde edificada na Venda do Valador, que irá substituir os centros de saúde da Malveira, Venda do Pinheiro e Milharado.

Hélder Silva, como vem sendo habitual desde que este governo tomou posse, chegou mais uma vez depois do ministro, numa manifestação de pouca consideração por um governante que se desloca ao concelho para inaugurar uma estrutura importante para os seus habitantes. As maiorias absolutas têm destas coisas, mas a verdade é que reiteradas atitudes deste tipo,  não prestigiam certamente o concelho.

Na cerimónia de inauguração estiveram presentes o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, o presidente da Câmara de Mafra, Hélder Silva, os presidentes das três Juntas de Freguesia cujos fregueses passarão a ser assistidos neste novo espaço e muitas outras personalidades políticas em funções ou em vias de assumirem cargos por via das recentes eleições autárquicas.

Hélder Silva apresentou as razões que terão levado a câmara de Mafra a associar-se ao Ministério da Saúde no lançamento destas novas instalações – as instalações onde funcionavam anteriormente estes serviços na Malveira,  não se adaptavam minimamente às funções que estas estruturas desempenham, servindo mal os utentes e desprestigiando o trabalho dos técnicos de saúde que ali desenvolviam a sua actividade. A situação surge agora ultrapassada por via dos esforços conjuntos da Câmara de Mafra e do Ministério da Saúde, sendo certo, no entanto que a câmara e o ministério deixaram chegar a situação a um nível quase insuportável, só aí, in extremis,  tendo conjugado esforços para ultrapassar a situação.

O ministro da saúde, falando de improviso, saudou a junção de esforços entre o seu ministério e a câmara de Mafra, a que chamou de “parceria virtuosa“, tendo referido que as vantagens desta colaboração se reflectem numa maior qualidade do serviço prestado às populações. Adalberto Campos Fernandes referiu que “após as eleições autárquicas, iniciamos em Mafra um ciclo muito grande de inaugurações de centros de saúde“, fazendo de seguida um enfoque na descentralização, tendo referido que “o governo está empenhado num processo de aproximação de competências acompanhada  pelas respectivas transferências financeiras“.

No final da legislatura, em 2019, o governo terá inaugurado no país mais de 80 novos centros de saúde, dos quais dois serão no concelho de Mafra, este hoje inaugurado e aquele cuja construção já se iniciou na vila de Mafra.

Interessante, nestas inaugurações, é também aquilo que se diz nos bastidores, nos momentos em que as comitivas percorrem os espaços acabados de inaugurar. Hoje ouvimos Hélder Silva referir-se à recente vitória do PSD no concelho de Mafra como tratando-se de “uma doença crónica“, isto depois de referir, a propósito do caminho a seguir nos corredores do novo centro de saúde, que “neste concelho vira-se sempre à direita“.

Uma interessante nota final, na última sexta-feira, às 07h30 da manhã, haveria já utentes à porta destas instalações, para serem atendidos, e segundo Carla Silva, terão sido atendidos nesse dia 480 utentes.

  • Siga-nos nas redes sociais
Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

5 Thoughts to “Venda do Valador | Inauguração do Centro de Saúde de Mafra Leste [Imagens]”

  1. Sónia Geraldes

    Para vosso grande azar, neste concelho vira-se sempre à direita, sim. Habituem-se. É a vida. Vão ser mais 4 anos a penar. Sejam isentos e imparciais e pode ser que a vossa sorte mude. Até lá, boa sorte, pasquim. Fiquem-se com os vossos candidatozinhos tão patetas como vocês. Dizem que na Venezuela estão a precisar de pseudo-jornalistas. Vão andando que se faz tarde.

    1. JM

      Estamos certos de que a leitora não imagina o prazer que nos deu o seu comentário. Uma das principais funções dos órgãos de comunicação social consiste em dar voz à opinião dos cidadãos, não havendo opinião mais produtiva do que a opinião divergente, diferente. No Jornal de Mafra defendemos a liberdade de expressão (a sua) e a liberdade de imprensa (a nossa), até porque uma não faz sentido sem a outra.

      Muito obrigado por expressar a sua opinião no JM. Volte sempre.

      1. Sónia Geraldes

        A ironia, tal como o bom jornalismo, não é o vosso forte. Nada que espante. Prossigamos.

  2. Lurdes Lourenço

    Venda do Valador??????

  3. Tiago Fernandes

    Jornalismo parcial e com juízos de valor que não abonam a nenhuma imprensa.
    Parece a TVI nos tempos da Moura Guedes…

Leave a Comment