Autárquicas 2017 | Comunicado do PS Mafra

O PS Mafra emitiu hoje um comunicado relacionado com a impossibilidade de concretizar em Mafra aquilo que denomina de “conversas formais para a construção de uma grande alternativa democrata e sem preconceitos”.

COMUNICADO
Por uma Alternativa para o Concelho de Mafra

O Partido Socialista de Mafra considera que existe mais vida para além das políticas do PSD no concelho, que em quatro anos cobrou mais 35 milhões em IMI e apenas reinvestiu uns míseros euros, utilizado o restante para pagar dívidas de 40 anos de gestão mal planeada e com objetivos pouco transparentes.

Não encontramos diferenças de objetivos entre o atual PSD de Hélder Sousa Silva e o anterior de José Ministro Santos (do qual Hélder Sousa Silva foi vereador durante anos). Essa escola ensinou ao atual Presidente da Câmara Municipal de Mafra a dizer uma coisa e a concretizar outra. Como exemplo concreto, temos o IMI que baixou antes das eleições de 2013, mas subiu no mesmo ano depois das eleições (bastaram 30 dias para manter a mentira) e depois de prometer defender as famílias do concelho.

Neste, como noutros contextos, o Partido Socialista convidou todas as forças de Centro e de Esquerda a iniciarem conversas formais para a construção de uma grande alternativa democrata e sem preconceitos para o concelho de Mafra. Qual não foi o espanto do PS Mafra quando a CDU informou que o seu objetivo para o concelho de Mafra era propagandista e que não tinha como objetivo governar o concelho. Quanto à outra força política de Esquerda, recebemos a informação, por terceiros, que no dia marcado para a reunião com o PS estava indisponível por ter ido almoçar (certamente caviar) com o PSD.

O Partido Socialista Português tem um grande legado na História, como responsável pela Liberdade e pela Democracia e em Mafra acrescentamos a responsabilidade pela criação de uma alternativa, seja com as outras forças de centro/esquerda ou sozinhos, mas sempre e em qualquer caso com os munícipes, primeiro e último objetivo de todo o trabalho que realizamos. Neste contexto seremos uma alternativa consigo, caro munícipe, para modificar o curso da história do nosso concelho, onde, para nós todas as pessoas contam. Não basta apregoar a “alternativa” é preciso concretiza-la, pelas pessoas.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment